Um tribunal alemão impôs uma proibição nacional à produção e venda de veículos Ford com acesso à Internet. Isso foi relatado pela Reuters, citando documentação judicial no caso de violação de patentes para tecnologias sem fio.

Fonte da imagem: Bettina Nørgaard / pixabay.com

A decisão do Tribunal Distrital de Munique ainda não é juridicamente vinculativa e pode ser apelada. E para que se torne temporariamente exigível, o demandante, representado pela empresa japonesa IP Bridge, deve depositar uma caução de € 227 milhões.

«O objeto deste litígio foi o licenciamento de patentes básicas para redes LTE. Como ainda não recebemos um julgamento por escrito, não gostaríamos de comentar sobre esse assunto neste momento”, disse a Ford em comunicado.

O litígio e a decisão posterior refletem mais uma rodada de tensão entre os players do setor de tecnologia e as montadoras – estas últimas, com a introdução massiva de soluções de comunicação e tecnologias de piloto automático, devem pagar royalties pelo uso de invenções patenteadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.