Gigantes da tecnologia chinesa não relataram 43 negócios, pelos quais foram multados

A Autoridade Reguladora do Mercado do Estado da China (SAMR) anunciou que multou várias empresas locais, incluindo Alibaba, Baidu, JD.com e Geely, por não reportarem 43 transações desde 2012 às autoridades. A agência acredita que as empresas violaram as leis antitruste.

Fonte da imagem: F8_f16 / pixabay.com

O primeiro desses negócios foi a aquisição de uma empresa envolvendo o Baidu e um de seus parceiros, e o mais recente foi um acordo de 2021 entre o Baidu e a Zhejiang Geely Holdings para criar uma empresa de veículos verdes. Além disso, a agência mencionou a aquisição pela Alibaba em 2014 da empresa chinesa de mapeamento digital e navegação AutoNavi, bem como a compra em 2018 de uma participação de 44% na Ele.me, tornando a gigante comercial a maior acionista no serviço de entrega de comida.

Ao mesmo tempo, segundo o regulador, essas transações não levaram à eliminação ou restrição da concorrência. A agência também disse que os envolvidos nessas transações seriam multados em 500.000 yuans (US $ 78.000) cada, o valor máximo de uma multa de acordo com a lei antitruste de 2008 da China. Alibaba, Baidu, JD.com e Geely ainda não comentaram o incidente.

Agora o país está apertando o controle sobre os gigantes da tecnologia – Pequim abandonou os princípios de não intervenção e começou a prestar mais atenção aos fatos de abuso de domínio do mercado, supressão da concorrência, uso indevido de dados do usuário e violação dos direitos do consumidor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *