Os desenvolvedores do Google continuam a tornar os Chromebooks mais atraentes para potenciais compradores. Desta vez, foi anunciado que a edição de vídeo com o aplicativo Google Fotos, suporte para temas claros e escuros da interface do usuário e outras opções de personalização estarão disponíveis em breve.

Fonte da imagem: Google

Nesta fase, pouco se sabe sobre a capacidade de editar vídeos em um Chromebook com o Google Fotos. As capturas de tela publicadas do aplicativo deixam claro que os usuários só poderão alterar características básicas, como contraste e brilho, além de adicionar áudio à sequência de vídeo e mesclar vídeos. Ao mesmo tempo, o editor poderá “selecionar de forma inteligente os momentos mais significativos dos vídeos dos usuários” e também oferecerá o uso de diferentes tópicos como base para os vídeos.

As possibilidades dos Chromebooks em termos de edição de vídeo não param por aí. O Google anunciou que o LumaFusion, um editor de vídeo profissional, também estará disponível em Chromebooks. A porta deste aplicativo não é apenas notável pelo fato de que os usuários de Chromebooks terão a oportunidade de usar um editor de vídeo de nível profissional. Isso também significa que o produto iOS, que a Apple até nomeou aplicativo do ano, está sendo trazido para o universo do Chrome OS, dando aos proprietários de Chromebooks mais opções quando se trata de processamento de vídeo.

Também foi anunciado que várias inovações menos conhecidas aparecerão nos aplicativos Galeria e Fotos para Chromebooks nos próximos meses. Por exemplo, os usuários do Chromebook poderão abrir imagens na Galeria e movê-las para Fotos. Em agosto, os desenvolvedores planejam adicionar funções para editar arquivos PDF na Galeria. Com o aplicativo Fotos, você pode extrair fotos para uso posterior como imagem de fundo da área de trabalho. Nesse caso, as imagens usadas como papel de parede se ajustarão automaticamente ao conceito geral de design, dependendo do tema selecionado nas configurações.

Sabe-se também que os Chromebooks receberão novos recursos para melhorar a produtividade. Um deles será o suporte para “desktops” virtuais, que permitirão agrupar abas e aplicativos. Além disso, o calendário no Chrome OS, disponível ao clicar na data na barra de tarefas, será sincronizado com o serviço Google Calendar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.