Apresentação de processadores e placas-mãe Ryzen 7000 com Socket AM5 acontecerá em 15 de setembro

A MSI confirmou indiretamente através da plataforma social chinesa Weibo que a apresentação oficial dos processadores AMD Ryzen 7000 baseados na arquitetura Zen 4, bem como das placas-mãe projetadas para eles com um processador Socket AM5, ocorrerá em 15 de setembro.

Fonte da imagem: AMD

A própria AMD também prometeu anteriormente que apresentaria uma nova geração de processadores para desktop antes do final de setembro. No entanto, a MSI revelou a data real pela primeira vez.

Fonte da imagem: MSI

Os chips Ryzen 7000 (Raphael) substituirão os já consagrados modelos Ryzen 5000. O lançamento do Ryzen 7000 será uma das estreias mais importantes deste ano. A AMD oferece suporte à atual plataforma Socket AM4 há cinco anos. O fabricante o atualizava anualmente com novos modelos de processadores e chipsets para placas-mãe. No entanto, chegou a hora de mudanças mais drásticas. O Ryzen 7000 não apenas receberá a nova arquitetura Zen 4, mas também exigirá o uso de um novo soquete de processador.

A arquitetura Zen 4 promete muitos benefícios para a nova plataforma Ryzen, incluindo uma melhoria de 15% no desempenho single-thread e um aumento de 35% no desempenho operacional geral, incluindo multi-thread. Espera-se que o aumento no IPC (o número de instruções executadas por clock) no Zen 4 em comparação com o Zen 3 não seja tão significativo – no nível de 8-10%. No entanto, a AMD quer compensar isso com um aumento significativo na frequência máxima dos novos processadores. Se houver vazamentos anteriores, a frequência de todos os núcleos do Ryzen 7000 será de cerca de 5 GHz e o pico (multi-core) de até 5,5 GHz.

Os processadores Raphael pela primeira vez para a série Ryzen receberão suporte para instruções AVX-512. Além disso, todos os modelos da nova série serão equipados com gráficos integrados baseados na arquitetura RDNA 2. A empresa dividiu as gerações anteriores de processadores Ryzen em convencionais (CPU) e híbridos (APU). Apenas estes últimos foram equipados com gráficos integrados, mas ao custo de reduzir o tamanho do cache L3. Os modelos Ryzen 7000 não terão esses sacrifícios. A nova geração de processadores receberá memória cache grande e gráficos integrados.

Fonte da imagem: AMD

Pela primeira vez em cinco anos de processadores Ryzen, uma nova geração de chips exigirá um novo soquete de processador – Socket AM5. Ele usa o formato LGA e tem 1718 pinos. Em outras palavras, o Ryzen 7000 não será equipado com pernas, mas com almofadas de contato, e o processo de instalá-las na placa-mãe será semelhante à instalação de processadores Intel. Além disso, vale ressaltar que os atuais sistemas de refrigeração do processador desenvolvidos para o atual Socket AM4 serão compatíveis com o novo Socket AM5. Isso foi confirmado pela própria AMD.

Novas placas para processadores Ryzen 7000 serão baseadas em novos chipsets. Os modelos low-end serão baseados no chipset B650, as placas de gama média usarão o chipset X670. E os principais modelos receberão o chipset X670E, que é um conjunto de dois chips B650. Um dos principais recursos da nova plataforma AMD será o suporte para memória DDR5, bem como interface PCIe 5.0 para SSDs M.2 e gráficos discretos.

avalanche

Postagens recentes

Processadores AMD Ryzen 7000 recebem novos designs de caixa

Os processadores AMD Ryzen 7000 na versão em caixa receberão um novo design de embalagem.…

14 minutos atrás

A desenvolvedora de LSS CoolIT Systems registrou crescimento recorde de receita no segundo trimestre

A CoolIT Systems, desenvolvedora de sistemas de refrigeração líquida direta DLC (Direct Liquid Cooling), uma…

1 hora atrás

Baseado na série de arcade cult Pac-Man vai rodar um longa-metragem

O Hollywood Reporter, citando suas próprias fontes, informou que um longa-metragem baseado na série de…

2 horas atrás

Xiaomi esta semana apresentará o smartphone dobrável mais fino do mundo MIX Fold 2

Um dia após a apresentação da Samsung, que deverá anunciar os smartphones dobráveis ​​Galaxy Z…

2 horas atrás