Co-fundador da Bungie em cooperação com a Activision: “Senti que não deveríamos fazer isso”

O co-fundador e ex-CEO da Bungie, Marty O’Donnell, disse ao HiddenXperia no YouTube que a colaboração do estúdio com a Activision Blizzard era “ruim desde o início”.

O’Donnell foi uma das sete pessoas que assinaram o contrato em 2010, logo após o estúdio concluir o desenvolvimento do Halo: Reach e terminar com a Microsoft. “Desde que eu estava na liderança e no conselho de administração, quando estabelecemos uma parceria com a Activision, eu sou o culpado por isso, faço parte disso”, disse ele. “Sabíamos que isso era um risco desde o início, e acabou sendo tão ruim quanto esperávamos.”

Após nove anos e dois jogos, a Bungie e a Activision Blizzard anunciaram que a parceria será encerrada. O Destiny 2 agora está sendo desenvolvido sem um editor externo – os próprios desenvolvedores assumiram esse papel.

Conversando com a Eurogamer alguns meses após o término da cooperação, o diretor de comunicações da Bungie, David Dague, disse: “Acho que precisamos dissipar a ideia de que a Activision é algum tipo de proibidor que não nos deixou fazer coisas legais. “Lançamos esta franquia com a Activision, é claro, e com o tempo decidimos que tínhamos objetivos diferentes, então fomos de maneiras diferentes.

Não foram fornecidos mais detalhes sobre por que a Bungie e a Activision Blizzard seguiram caminhos separados, mas O’Donnell disse que a declaração oficial sobre a separação “amigável” após muitos anos de colaboração estava longe da verdade.

«

«”Continuei insistindo em que devemos possuir e controlar a propriedade intelectual”, disse ele. – E a Activision concordou com isso, mas todos os outros principais players nesse período não, incluindo a Microsoft, que estava muito perto de fazer uma proposta séria. Você não acredita, mas estamos quase de volta à Microsoft. “

O’Donnell foi demitido da Bungie em 2014 depois de afirmar que a Activision Blizzard interveio no processo de desenvolvimento criativo de Destiny. Em 2015, ele ganhou uma ação contra o estúdio. O’Donnell entrou com uma ação contra a Bungie porque foi forçado a desistir de ações e de quaisquer direitos futuros ao lucro, o que era ilegal.

avalanche

Postagens recentes

Carregador GaN de 350 W relativamente compacto mostrado na Computex 2022

Apesar dos pavilhões quase vazios na Computex 2022 em Taipei este ano, os jornalistas da…

2 minutos atrás

AMD diz que Ryzen 7000 suportará instruções AVX-512, promete novos chips 3D V-Cache no futuro

O CMO da AMD, Robert Hallock, recentemente deu várias entrevistas para a mídia especializada, nas…

33 minutos atrás

Receita publicitária de grandes empresas de tecnologia previu queda após a pandemia

A empresa de pesquisa MoffettNathanson reduziu suas previsões de receita de publicidade para 2025 para…

2 horas atrás

Absolutamente todos os Ryzen 7000 terão gráficos integrados e, posteriormente, a AMD lançará APUs de desktop com poderosas iGPUs

Nos últimos dias, Robert Hallock, Diretor de Marketing Técnico da AMD, tem dado entrevistas ativamente…

3 horas atrás