A preparação da “Lei da Inteligência Artificial” na UE foi adiada – queriam aprová-la este ano

Os legisladores europeus não conseguem chegar a acordo sobre mecanismos para regular os modelos básicos de IA. Esta incerteza ameaça a aprovação da Lei de Inteligência Artificial (Lei de IA) na União Europeia (UE) este ano. A Espanha, que atualmente ocupa a presidência da UE, defende testes regulares de vulnerabilidade e um sistema regulatório multinível. O possível atraso na aprovação da lei suscita preocupações no cenário mundial, uma vez que muitos países, incluindo os Estados Unidos, olham para a experiência europeia como um exemplo a seguir.

Fonte da imagem: Ralphs_Fotos / Pixabay

«A Lei da Inteligência Artificial, que vem sendo desenvolvida pela Comissão Europeia há dois anos, continua a causar debate entre os legisladores europeus. Portanto, a probabilidade de sua adoção antes de dezembro deste ano é extremamente baixa. A Espanha, a atual presidência da UE, insiste em testes regulares de modelos de IA para detectar vulnerabilidades e propõe a introdução de um sistema regulatório multinível que dependerá do número de utilizadores de cada modelo de IA específico.

As discussões tripartidas entre o Parlamento Europeu, o Conselho da União Europeia e a Comissão Europeia já passaram por três rondas. A quarta rodada está prevista para esta semana. Caso não haja acordo, uma nova reunião será marcada para dezembro.

Uma versão do projeto de lei exige que os desenvolvedores de modelos básicos de IA realizem avaliações de risco, testem modelos em todos os estágios de desenvolvimento e após a entrada no mercado e publiquem documentação técnica antes de seu lançamento oficial.

As empresas de software de código aberto estão pedindo aos legisladores que considerem os interesses das pequenas equipes. Eles argumentam que alguns desenvolvedores podem ter dificuldade em cumprir as novas regras. Portanto, é necessário distinguir entre modelos comerciais de IA e pesquisadores nesta área.

Muitos países, incluindo os Estados Unidos, estão a olhar para a lei europeia como um exemplo para a criação dos seus próprios regulamentos no domínio da IA. No entanto, ao contrário da China, que já aprovou uma lei semelhante em Agosto deste ano, a UE não demonstrou progressos significativos.

avalanche

Postagens recentes

TikTok está virando YouTube: rede social testa vídeos de 15 minutos e modo horizontal

Surgiram relatórios online sobre o TikTok testando a capacidade de enviar vídeos de 15 minutos,…

37 segundos atrás

Nokia apresenta as primeiras soluções de assinatura Wi-Fi 7 da indústria

A Nokia anunciou o que afirma ser o primeiro produto para assinantes Wi-Fi 7 de…

21 minutos atrás

O chefe da Microsoft prometeu redobrar esforços para desenvolver e lançar jogos

Ao fechar a aquisição da Activision Blizzard, a Microsoft ganhou o controle de uma parcela…

59 minutos atrás

A superioridade da China sobre os Estados Unidos no número de patentes de IA atingiu 76%

De acordo com a Organização Mundial da Propriedade Intelectual, desde 2017, a China tem ultrapassado…

1 hora atrás

Novo estudo de amostras da Lua com 50 anos envelheceu-a em 40 milhões de anos

A NASA mantém muitas amostras da superfície lunar seladas em armazéns na esperança de melhores…

1 hora atrás