Regulador britânico ordenou que Meta vendesse serviço Giphy

Como esperado, a Autoridade de Concorrência e Mercados do Reino Unido (CMA) determinou oficialmente que a compra do serviço Giphy de armazenamento e compartilhamento de imagens animadas por Meta (no momento da compra do Facebook) ajudou o último a ganhar uma vantagem no mercado de mídia social. Com base nisso, o regulador da indústria ordenou que Meta vendesse o serviço Giphy.

Fonte da imagem: Tony Avelar / AP Photo

O CMA disse em um comunicado que o negócio em questão pode levar a restringir o acesso dos concorrentes da Meta ao conteúdo Giphy e aumentar o tráfego para as plataformas da empresa, como Facebook, WhatsApp e Instagram. O regulador expressou preocupação com a possibilidade de a Meta começar a exigir que outras empresas forneçam mais dados para acessar GIFs hospedados na plataforma Giphy. Ao mesmo tempo, a CMA via a Giphy como um concorrente potencial da Meta no mercado de publicidade online, que foi eliminado pela fusão.

«A fusão do Facebook e Giphy eliminou um potencial concorrente no mercado de publicidade gráfica. A inação adicional permitirá que o Facebook fortaleça ainda mais seu poder de barganha no segmento de mídia social, controlando o acesso dos concorrentes aos GIFs Giphy. Ao exigir que o Facebook venda o Giphy, estamos protegendo milhões de usuários de mídia social e promovendo a concorrência e a inovação na publicidade digital ”, disse Stuart McIntosh, presidente do grupo de pesquisa independente.

Comentando a decisão do regulador, o chefe de comunicação política da Meta na União Europeia, Robin Koch, disse que a empresa está a ponderar várias opções para sair desta situação, incluindo a possibilidade de recorrer da decisão da CMA. “Juntos, Meta e Giphy irão melhorar os produtos Giphy para milhões de pessoas, empresas, desenvolvedores e parceiros no Reino Unido e ao redor do mundo que usam o Giphy todos os dias, dando a todos mais opções”, disse Robin Koch citando a fonte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *